Música de Fronteira

lg 006 - leo gandelman - música de fronteira

Desde as últimas décadas do século XIX, a partir do surgimento do Choro e de autores como Ernesto Nazareth, um território musical começou a ser demarcado entre o popular e o erudito, na fronteira entre esses mundos, reunindo o que havia de mais interessante em cada um deles. Variedade rítmica e virtuosismo, comunicabilidade e refinamento, improviso e rigor formal. Não por acaso, grandes compositores do século XX ocuparam esse rico território: Heitor Villa-Lobos, Pixinguinha, Radamés Gnattali, Tom Jobim, Egberto Gismonti, dentre vários outros.

“Música de Fronteira” inventaria esse acervo através de dois músicos de gerações diferentes, mas que trazem em comum a disposição de colocar sensibilidade e virtuosismo a serviço da obra desses autores, com uma abordagem musical aberta, capaz de  refletir a liberdade com que os pioneiros desse território atuaram rompendo preconceitos. O encontro da experiência de Leo Gandeman, solista habituado a transitar entre o clássico e o popular com a jovem vitalidade do piano de Eduardo Farias, evidencia a riqueza do repertório e cria uma unidade atemporal entre os autores abordados. O próprio conceito de “fronteira” é expandido, buscando-se novas janelas de improvisação e tratando tesouros do passado como algo vivo e de possibilidades ainda não exploradas.

Repertório
1 . Chorinho na Aldeia -  Severino Araújo (3:35)
2. Linda Erika – Luiz Americano (4 :08)
3. A Lenda do Caboclo – Heitor Villa Lobos (4:08)
4. Cubanos – Ernesto Nazareth (3:20)
5. Pássaros em Festa – Ernesto Nazareth (3:24)
6. Lapinha – Baden Powell (4:53)
7. Ignez – Pixinhguinha (5:49)
8. Brasileirinho – Waldir Azevedo  (3:35)
9. Neshama – Leo Gandelman e David Feldman (4:54)

Spotify
Deezer
Google Play
Tidal